Notícias

O transporte coletivo na mobilidade urbana

Conceitos

  • Mobilidade Urbana é a facilidade que o cidadão tem para se deslocar de casa para o trabalho, escola, lazer, etc, e vice-versa;
  • Os deslocamentos urbanos podem ser a pé, bicicleta, moto, carro, ônibus, metrô, entre outros;
  • Quanto mais o deslocamento for dotado de fluidez, comodidade, segurança e menor custo, maior será a satisfação social e isso gera melhorias nos desempenhos e agrega valores na vida do cidadão;
  • Para viabilizar a Mobilidade Urbana o Poder Público, a iniciativa privada e a sociedade tem que celebrar um plano de ajustamento de condutas, com o comprometimento de promoverem as mudanças planejadas.

Premissas básicas

  • O Poder Público viabiliza a execução das obras de infraestrutura viária e de transportes vislumbradas no projeto de Mobilidade Urbana concebido para cada cidade. Nesse sentido foi instituída a Lei nº 12.587/2012 de Mobilidade Urbana, que cria o subsídio Federal e o enquadramento, até Jan/2015, para os Municípios com mais de 20.000 habitantes;
  • A iniciativa privada investe nos equipamentos e tecnologias disponíveis visando a operação de um sistema que venha oferecer serviços de qualidade e longevidade, e comodicidade tarifária;
  • A sociedade muda hábitos e conscientiza-se dos ganhos com a adoção de praticas que visem dar prioridade ao coletivo;

Possíveis intervenções

  • Expansão de ruas com calçadão, praças, alargamento de calçadas, passarelas acessíveis e seguras, sistema de informação inteligente e flexibilidade nas jornadas de trabalho, permitem o deslocamento a pé, sem custo, e incentivam hábito saudável e ecológico
  • Criação de ciclovias e bicicletários com integração a outros modais, incentivando hábito saudável, ecológico e de baixo custo;
  • Criação de vias *BRT e faixas *BRS exclusivas para o transporte coletivo urbano, com pavimento de boa qualidade, dotadas de plataformas pré-pagas e em nível com o piso dos ônibus, proporcionando melhor produtividade, maior oferta de horários, conforto, confiabilidade, rapidez, pouco poluente, garantindo mobilidade e modicidade tarifária no deslocamento;

Pensamentos

  • "Quando o transporte for de qualidade, as pessoas vão mudar. Ninguém muda para alguma coisa que não é boa". "O carro vai ser o cigarro do futuro. É aceitável o uso do automóvel para uma viagem, para lazer, mas para uso diário, devemos priorizar cada vez mais o transporte publico". Jaime Lerner, arquiteto, urbanista, ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba, no FÒRUM de Mobilidade Urbana realizado pela FOLHA, São Paulo, em 10/2013)

  • "O pedágio urbano é impopular, mas pode ser a solução mais eficiente para melhorar o trânsito nas grandes cidades". Presidente do Centro de transporte Sustentável CTS-Brasil), Luis Antº Lindau, doutor em transportes, Universidade de Southampton, Inglaterra e professor do Dep. de Eng. de Produção e Transportes da UFRGS, Curitiba, 03/2010)

  • "A construção de novas ruas e avenidas não resolve o problema. "Em vez de ampliar a infraestrutura para o transporte individual, nossos gestores têm que diminuí-la". Economista Adalberto Maluf, da Fundação Clinton organização internacional, estuda soluções para problemas globais, entre eles Mobilidade Urbana, Curitiba, em 03/2010)

  • "A sociedade tem que ser conscientizada e ter expectativas positivas que venham a propiciar um cenário favorável ao enfrentamento das mudanças necessárias". Ronaldo Vilas Tolêdo, engenheiro, assessor técnico do CINTURB, em 10/2013)

Prejudica a mobilidade

Cinturb CinturbCinturbCinturb CinturbCinturb CinturbCinturb

Melhora a mobilidade

CinturbCinturb CinturbCinturb

TCU na mobilidade urbana


*BRT: Trânsito rápido de ônibus - BRS: Serviço rápido de ônibus)

CINTURB - Assessoria Técnica

Busca por linhas

Selecione uma das opções e digite o número, nome ou itinerário da linha.


Rua Espírito Santo, 296 | 36020-000 | Juiz de Fora | MG | Fone: (32) 3228 9700 - Fax: (32) 3228 9707

Handcom Agência Digital